A mais elegante das majors

A mais elegante das majors

Foi há 108 anos. A primeira edição inglesa dos jogos olímpicos traria uma série de implementos à recém criada competição esportiva, que remetia aos jogos da antiguidade. Resgatados para os tempos modernos em 1896, foi apenas em Londres, em sua quarta edição, que as Olimpíadas ganhariam um estádio compatível com a sua estatura. O Shepperd’s Bush Stadium tinha capacidade para 68 mil pessoas (uma enormidade para a época). Foi nesta edição dos jogos, que teria…

Leia mais

Para os fortes e destemidos

Para os fortes e destemidos

Meus primeiros 100 K começaram a ser percorridos há cerca de um ano. Lembro claramente das postagens de Facebook que davam conta de uma prova extrema, nos confins da Patagônia Chilena, por entre montanhas, glaciares e charcos enlameados. Pensei comigo: ”essa é para os fortes”. Logo começariam a pipocar os primeiros relatos do evento. Lembro de ter lido uma postagem do meu amigo Harry Thomas Jr: um vídeo em que ele mostra as pernas atoladas…

Leia mais

Boom da Montanha

Boom da Montanha

Neste final de semana corri pela segunda vez os 23K de Igaratá. Uma prova muito bacana de montanha, com grau de dificuldade baixo, sem trilhas, mas com estradas de terra batida super arborizadas, que permeiam uma das represas que forma o complexo do Cantareira.. sim aquele mesmo, que quase foi extinto pela falta d’água. O reservatório está mais cheio.. muito longe do ideal, mas a região já mostra sinais de recuperação. Este canto do Estado…

Leia mais

No silêncio das palavras

No silêncio das palavras

A vida é uma coleção de ciclos. Cada pessoa lida com os seus próprios, no tempo em que eles se apresentam. Assim como se revelou outro dia uma viewer do programa, eu também sou dos números cheios. Eu acho as datas redondas meio que cabalísticas. E por algum motivo alheio à minha vontade, participei de muitas maratonas que completavam aniversários cheios: a quadragésima de Berlim, a trigésima quinta de Barcelona, a trigésima de Porto Alegre…..

Leia mais

Nova York, novembro de 2015

Nova York, novembro de 2015

Neste domingo encerrei um ciclo. Corri minha trigésima maratona. Foram apenas 5 anos desde a primeira. Uma loucura para qualquer atleta amador, ainda mais para alguém que até os trinta e poucos era fumante, obeso e sedentário. Mas não é sobre essa mudança de vida que se trata a coluna de hoje. Vou falar sobre o cenário desta conquista e as coincidências que envolvem a jornada que mudou minha vida. Quando escolhi correr pela primeira…

Leia mais
1 2 3 13